terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Sim... Eu voltei!

Meus queridos, que saudades aqui... Nesses dias aconteceram muitas coisas e acabei ficando sem coragem de postar algo p/ vocês! Agora está tudo bem comigo.. Tenho várias novidades! Uma delas é que consegui entrar no ETA, as aulas começam dia 05/02. Não vejo a hora, to muito feliz com esse passo. Agora é só levar a sério né?
Respondendo o pessoal que perguntou porque eu não falava mais do "Mickey" , então acabamos o nosso relacionamento e com isso estou solteirissima. Triste? Jamais... To feliz, quero ir atrás dos meus sonhos. Só isso importa! E claro curtir minha familia e meus amigos. Comprei outro celular... Ansiosa... Pra quem não sabe meu aniversário é no Natal e neste ano completo 18 anos.


Pequena Luluzinha... Ah como tempo passa!
Conquista!

Fazendo cara feia! hahaha




Extremamente feliz!!!
­­
Um feliz Natal a todos!!!
superbeijo.
Luciana Vasconcellos
twitter atualizado: www.twitter.com/lilluxp

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Socorro, 05 Novembro de 2009 – 08h24min da manhã.

Sonhos continuam dominando meus pensamentos... Acho isso bom, tomara que continue com essa força pra poder realizar todos eles.
Hoje quando chegar do trabalho irá ligar no ETA (Estúdio de Treinamento – Atores). Tomara que eu consiga uma vaga no curso. ETA é uma escola de artes cênicas em que você paga apenas 60 reais do material. Não tem mensalidade, só que terei que provar à eles que quero trabalhar com teatro e não fazer o curso por lazer. To tensa, mas ao mesmo tempo ansiosa... Quero muito fazer esse curso e poder chegar um dia dizer o quando estou feliz por ser atriz. Vai demorar um pouco, tenho que ter paciência, mas vale a pena.
Mudando totalmente de assunto... Preciso dormir mais cedo... Verdade, ultimamente estou dormindo muito tarde. Com isso passo o dia inteiro com sono e sem disposição para fazer nada.

Socorro, 04 Novembro de 2009 – 23h09min da noite.


Meu dia foi normal... Acordei, levantei, tomei café, peguei condução, trabalho, casa, almocei, dormi, café, academia, banho, escola, ídolos, internet e cama. Essas palavras já definem o meu dia.

Socorro, 03 de Novembro de 2009 – 08h10min da manhã.

A partir de hoje também vou contar aqui os meus relatos, sonhos, trapalhadas... Minha vida!
Hoje podia ser um dia como os outros, mas não. Acordei uma hora antes do horário que sou acostumada. Levantei e logo peguei a bolsa de coisas de fazer unha.
Pareço doida? Acho que não só pareço, sou um pouco doida. Imagina só acordar 5 horas da manhã e querer fazer unha?
Enquanto tirava minha cutícula comecei a fazer uma análise da minha vida. Procurei forças para seguir em frente para poder realizar todos os meus sonhos.
O que me fez pensar nisso foi um relato de uma amiga que começou a fazer a sua sonhada faculdade de direito com 30 anos. E que está muito satisfeita e usou uma frase que me chamou muita atenção – Os sonhos existem para serem concretizados. Ela não mencionou o autor, qualquer hora, procuro na internet e falo pra vocês.
Continuando... Ela me fez pensar muito no futuro em que eu sonharia em ter e me deu mais animo para correr atrás desse tão sonhado futuro.
Já faz alguns anos em que sonho em ser atriz, não apenas sonhar com o glamour, quero viver da arte. Quantas pessoas não sonham com isso? A maioria das pessoas já quiseram atuar... Mas perceberam que é apenas uma fantasia e logo desistiram...
Sou diferente de muitos jovens da minha idade, pra falar a verdade sou a única pessoa que conheço que tem 17 anos é escuta MPB. Não estou falando daquelas músicas da “modinha” mas típico Chico Buarque, Elis Regina, Maria Rita, e por aí vai. O pessoal da minha sala não gosta do meu “estilo” musical. Sinto excluída com isso, só porque eu não gosto dessa “porcaria” de funk. Não tenho nada contra as pessoas que escutam, mas literalmente não é a minha praia. Será que vocês me entendem?
Cresci hipnotizada ao ver apresentações de teatro e circo, acho que isso que me levou a querer fazer teatro.
Quando era pequena quis ser muitas coisas como: Policial, médica, veterinária, advogada, cantora, professora... Mas com o tempo fui percebendo que eu poderia ser tudo aquilo que um dia sonhei. Sendo atriz.
Meus sonhos começaram a dominar o meu pensamento... Logo tomei café, escovei os dentes, sai pra pegar a condução para vir trabalhar.
No caminho vim conversando com uma colega de trabalho, contei algumas das minhas atrapalhadas e coisas que estavam me chateando.
Não contei mais trabalho numa escola da zona rural, sou monitora da sala de informática que ainda não está pronta. Então fico ajudando no que o pessoal pede.
Cheguei ao trabalho liguei o computador e vim aqui contar essa minha pequena análise.

sábado, 17 de outubro de 2009

Amigos...

"Há pessoas cometas e há pessoas estrelas.
Os cometas passam, apenas são lembrados pela
data que retornam e depois desaparecem.
As estrelas permanecem.
Importante é ser estrelas, permanecer, ser calor, ser vida.
Amigo é estrela
Os anos podem passar mas
as marcas ficam no coração,
assim são os amigos
na vida da gente, pode se contar com eles.
São coragem nos momentos difíceis,
são luz nos momentos de desanimo.
Ser estrela nesse mundo de cometas é um
desafio, mas acima de tudo é uma recompensa.
É nascer e ter vivido e não apenas
EXISTIDO".
­­

Comentário: Essa é uma pequena homenagem a todos os meus amigos!!!
­
Até a próxima.
Luciana Vasconcellos
--
­#PeloMeuPontoDeVista
Twitter: lilluxp
e-mail contato: look_music@yahoo.com.br

Iluminados - Ivan Lins

O amor tem feito coisas
Que até mesmo Deus duvida
Já curou desenganados
Já fechou tanta ferida
­
O amor junta os pedaços
Quando um coração se quebra
Mesmo que seja de aço
Mesmo que seja de pedra
­
Fica tão cicatrizado
Que ninguém diz que é colado
Foi assim que fez em mim
Foi assim que fez em nós
Esse amor iluminado...
­
­
Até a próxima.
Luciana Vasconcellos
--
­#PeloMeuPontoDeVista
Twitter: lilluxp
e-mail contato: look_music@yahoo.com.br

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Uma amizade sincera - Clarice Lispector


Não é que fôssemos amigos de longa data. Conhecemo-nos apenas no último ano da escola. Desde esse momento estávamos juntos a qualquer hora. Há tanto tempo precisávamos de um amigo que nada havia que não confiássemos um ao outro. Chegamos a um ponto de amizade que não podíamos mais guardar um pensamento: um telefonava logo ao outro, marcando encontro imediato. Depois da conversa, sentíamo-nos tão contentes como se nos tivéssemos presenteado a nós mesmos. Esse estado de comunicação contínua chegou a tal exaltação que, no dia em que nada tínhamos a nos confiar, procurávamos com alguma aflição um assunto. Só que o assunto havia de ser grave, pois em qualquer um não caberia a veemência de uma sinceridade pela primeira vez experimentada.
Já nesse tempo apareceram os primeiros sinais de perturbação entre nós. Às vezes um telefonava, encontrávamo-nos, e nada tínhamos a nos dizer. Éramos muito jovens e não sabíamos ficar calados. De início, quando começou a faltar assunto, tentamos comentar as pessoas. Mas bem sabíamos que já estávamos adulterando o núcleo da amizade. Tentar falar sobre nossas mútuas namoradas também estava fora de cogitação, pois um homem não falava de seus amores. Experimentávamos ficar calados — mas tornávamo-nos inquietos logo depois de nos separarmos.
Minha solidão, na volta de tais encontros, era grande e árida. Cheguei a ler livros apenas para poder falar deles. Mas uma amizade sincera queria a sinceridade mais pura. À procura desta, eu começava a me sentir vazio. Nossos encontros eram cada vez mais decepcionantes. Minha sincera pobreza revelava-se aos poucos. Também ele, eu sabia, chegara ao impasse de si mesmo.
Foi quando, tendo minha família se mudado para São Paulo, e ele morando sozinho, pois sua família era do Piauí, foi quando o convidei a morar em nosso apartamento, que ficara sob a minha guarda. Que rebuliço de alma. Radiantes, arrumávamos nossos livros e discos, preparávamos um ambiente perfeito para a amizade. Depois de tudo pronto — eis-nos dentro de casa, de braços abanando, mudos, cheios apenas de amizade.
Queríamos tanto salvar o outro. Amizade é matéria de salvação.
Mas todos os problemas já tinham sido tocados, todas as possibilidades estudadas. Tínhamos apenas essa coisa que havíamos procurado sedentos até então e enfim encontrado: uma amizade sincera. Único modo, sabíamos, e com que amargor sabíamos, de sair da solidão que um espírito tem no corpo.
Mas como se nos revelava sintética a amizade. Como se quiséssemos espalhar em longo discurso um truísmo que uma palavra esgotaria. Nossa amizade era tão insolúvel como a soma de dois números: inútil querer desenvolver para mais de um momento a certeza de que dois e três são cinco.
Tentamos organizar algumas farras no apartamento, mas não só os vizinhos reclamaram como não adiantou.
Se ao menos pudéssemos prestar favores um ao outro. Mas nem havia oportunidade, nem acreditávamos em provas de uma amizade que delas não precisava. O mais que podíamos fazer era o que fazíamos: saber que éramos amigos. O que não bastava para encher os dias, sobretudo as longas férias.
Data dessas férias o começo da verdadeira aflição.
Ele, a quem eu nada podia dar senão minha sinceridade, ele passou a ser uma acusação de minha pobreza. Além do mais, a solidão de um ao lado do outro, ouvindo música ou lendo, era muito maior do que quando estávamos sozinhos. E, mais que maior, incômoda. Não havia paz. Indo depois cada um para seu quarto, com alívio nem nos olhávamos.
É verdade que houve uma pausa no curso das coisas, uma trégua que nos deu mais esperanças do que em realidade caberia. Foi quando meu amigo teve uma pequena questão com a Prefeitura. Não é que fosse grave, mas nós a tomamos para melhor usá-la. Porque então já tínhamos caído na facilidade de prestar favores. Andei entusiasmado pelos escritórios de conhecidos de minha família, arranjando pistolões para meu amigo. E quando começou a fase de selar papéis, corri por toda a cidade — posso dizer em consciência que não houve firma que se reconhecesse sem ser através de minha mão.
Nessa época encontrávamo-nos de noite em casa, exaustos e animados: contávamos as façanhas do dia, planejávamos os ataques seguintes. Não aprofundávamos muito o que estava sucedendo, bastava que tudo isso tivesse o cunho da amizade. Pensei compreender por que os noivos se presenteiam, por que o marido faz questão de dar conforto à esposa, e esta prepara-lhe afanada o alimento, por que a mãe exagera nos cuidados ao filho. Foi, aliás, nesse período que, com algum sacrifício, dei um pequeno broche de ouro àquela que é hoje minha mulher. Só muito depois eu ia compreender que estar também é dar.
Encerrada a questão com a Prefeitura — seja dito de passagem, com vitória nossa — continuamos um ao lado do outro, sem encontrar aquela palavra que cederia a alma. Cederia a alma? Mas afinal de contas quem queria ceder a alma? Ora essa.
Afinal o que queríamos? Nada. Estávamos fatigados, desiludidos.
A pretexto de férias com minha família, separamo-nos. Aliás ele também ia ao Piauí. Um aperto de mão comovido foi o nosso adeus no aeroporto. Sabíamos que não nos veríamos mais, senão por acaso. Mais que isso: que não queríamos nos rever. E sabíamos também que éramos amigos. Amigos sinceros.



Comentário: quando li esse texto ele me chamou muita atenção... Me lembrou de alguns fatos que ocorreram na minha vida. E mostrando o meu 'ponto de vista' o final foi a parte que mais comoveu.... "... Um aperto de mão comovido foi o nosso adeus no aeroporto. Sabíamos que não nos veríamos mais, senão por acaso. Mais que isso: que não queríamos nos rever. E sabíamos também que éramos amigos. Amigos sinceros."

ps especial: Juu que saudades de você! =/
­



Até a próxima.
Luciana Vasconcellos
--
­
#PeloMeuPontoDeVista
Twitter: lilluxp
e-mail contato: look_music@yahoo.com.br

domingo, 6 de setembro de 2009

Frio, solidão


Sabado a noite, frio, solidão
No meu quarto, frio, solidão
Sonho contigo, frio, solidão
Aumenta minha saudades, frio, solidão
Desespero aparece, frio, solidão
Meu coração acelera, frio, solidão
Você longe, mais frio, solidão
Não posso te ver, frio, solidão
Como está frio, solidão
Que solidão é essa?, frio

domingo, 30 de agosto de 2009

=}

Quem é vivo sempre aparece.
Gente demorei um tempo para postar algo, é que estou sem inspiração.
Sabe como é... Mas logo voltarei com os meus poemas e textos reflexivos.

Obrigada

Até a próxima. Superbeijo
L.V.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Oláááá

E aí?
Essa semana quase foi como as outras... Tive a experiência de fazer a minha primeira tatuagem! Amei o resultado, doeu um pouco mas doeu menos do que eu esperava.
Hoje estava fuçando na biblioteca da escola onde trabalho e vi um livro sobre Tatuagens escrito por um jornalista. Lá eu descobri da onde elas vieram, e um monte de curiosidade... Vale a pena conferir! Amanhã eu passo todos os dados do livro.
Posso dizer que foi os dias de solidão, falando sério... Choveu a semana inteira o meu único contato foi no meu trabalho e na academia.
Tenho que me acostumar com isso. Mesmo sendo dificil!

Boa noite a todos!
beeijo L.V.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Algumas semanas depois... Após risos, choros, gripe, festinha, bebedeira, ressaca, coca quente, união familiar.... Oh eu aqui vivinha da silva!
Como deu pra perceber essas semanas atrás foram bem agitadas!
Mas vamos lá! Está prevalecendo a frase Aprendendo a achar felicidade na solidão...
To curtindo muito a vida, voltei a fazer academia... Passo a maior parte do tempo reclamando de dor muscular. rs ... Mas...
Estou me conhecendo cada vez mais e todo dia fico impressionada com as minhas atitudes.
Muita gente gosta desse estilo de querer tudo verdadeiro a sua volta... Pô isso custa caro, ou melhor custa a solidão;
Mas não importa... O importante é que estou vivendo a verdade, e não tem nenhum olho gordo a minha volta! Ah falta algo pra completar a minha felicidade... Preciso me apaixonarrr... EEE coraçãozinho de pedra. Não amolece por nada! hehe

Uma ótima semana a todos!!!
­

­
­Até mais
Beeijos L.V.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

domingo, 19 de julho de 2009

Sempre sorrindo...

E aí?

Creio que o maior desafio é o auto-controle, verdade nessa semana consegui me controlar mais. Posso dizer que estou mais sorridente... Mais, Mais... Sinal de liberdade. Ah como isso é tão bom!!! Nesse fds foi um pouco agitado. Fui pra cidade de pinhalzinho, dei risada, cantei, passei frio, aguentei algumas cantadas baratas rs, dei conselhos, aprendi a escutar as pessoas... No sábado fui pra Associação na noite da porca e do parafuso... Que por acaso dei muita risada como sempre, dancei muito, conheci várias pessoas, reencontrei amigos. Hoje domingo, passei o dia inteiro dormindo!
Aprendi uma coisa valiosa... Devemos ouvir mais as pessoas e não ficar criticando, por causa dos erros cometidos e tentar descobrir o motivo em que levou a pessoa fazer isso. Todos nós erramos. O melhor é estar ao lado das pessoas e dar aquela força!!!
Estou aqui pra desejar uma ótima semana a todos.





Paisagem maravilhosa!Vejo todos os dias...

Minha lindinha... Ela nunca me abandona. Minha companheirinha.... Amoo muito.


Felizzzz
­
­
Até logo.
Beijos L.V.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

domingo, 12 de julho de 2009

Devolta a vida! (Desabafo)

Aconteceram tantas coisas comigo que acabei ficando um tempo off .
Acabei virando uma pessoa individualista, em um ponto de vista isso é bom... Mas com isso eu acabei me afastando dos meus amigos, família e do mundo. Estava com medo de viver.
Mas o que fez com que eu voltasse a "jogar" foi exclusivamente eu, com a minha Auto-Analise acabei vendo o motivo dessa "depre" .
Descobri que é uma mistura de acontecimentos que causou isso em mim, e o meu maior desejo é recuperar a amizade da minha "família". A maioria das coisas que eu faço é para que eles tenham orgulho de mim... Falo isso pelo meu pessoal e profissional.
Aqui estou a vontade pra falar sobre esse assunto...
Há um tempo atrás eu descobri que o meu pai não era o meu pai biológico... Fiquei sabendo de uma forma muito inesperada sabe.
Era aniversário do meu primo, se eu não me engane ele ia fazer 15 anos. Teve uma festa e todo mundo da minha familia estava lá... Até ai ótimo.Cantamos o parabéns, tiramos fotos. Ai minha tia disse para o meu avó - Tá vendo o seu neto mais novo está fazendo 15 anos.Putzzzzzzzzzzzz na hora eu não entendi nada pois sou mais nova que ele e como ele é o mais novo? Na hora eu percebi que todo mundo ficou estranho sabe. Fiquei olhando e falei para a minha mãe me dar a chave de casa que eu estava cansada.Fui pra casa me sentindo excluida de tudo sabe... Eu desconfiava mas ninguém tinha me contado.
Chorei muito... Fiquei mal... Até que no dia seguinte a minha mãe chegou pra mim e me contou tudo. Foi um choque.
E até hoje eu fico mal de falar desse assunto, procuro não pensar... Pra mim meu pai que me criou é o meu único pai.
Depois desse dia tudo o que eu faço é para que minha família tenha orgulho de mim, não quero me sentir uma intrusa no meio deles!
Continuando...
Esse fato mudou muito a minha vida... Posso dizer que parou o meu mundo, parei de me cuidar, afastei das pessoas, parei de me achar (minha auto-estima ficou lá em baixo), me senti uma inútil e que eu era um erro ou quem sabe um peso em que as pessoas que convive comigo levam nas costas. Parei de ir na igreja... Comecei a viver em um Universo particular, onde meus castelos eram lindos... Fui infeliz
Todo mundo pensa que sou uma pessoa forte, sem coração e não sabem das coisas que eu passei... Não sou forte pareço mais uma criança com medo, tenho coração as vezes sou rude mas se eu agi dessa forma foi apenas para o bem.
Preciso de alguém que me comprienda, tenha paciência (com a minha recuperação) e que não fique me condenando, rindo da minha cara... Isso me deixa mal. Estou precisando de carinho, acho que só isso basta.
Força, força, força... Só isso que eu escuto no meu pensamento.
Estou voltando a viver, e voltar a ser a Luciana que eu era.


­
p.s.: Estou melhor agora depois desse desabafo, acredite me emocionei muito na hora que eu estava escrevendo... Bora lá devolta a vida!

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Ainda sinto o teu perfume
O seu abraço, sua segurança
Vejo a minha insônia
A noite passa e você aqui comigo...
Até quando?
Tudo o que eu sempre quis era te sentir novamente
Agora o vejo dormindo como um anjo
Tudo que eu queria era ficar perto de você
Amanhã pego a estrada...
Quem sabe semana que vem tudo aconteça outra vez.
Quem me garante? Você?hahaha
Não me faça rir...
Quero aproveitar esse momento
Não direi nada sequer.... (quase impossivel eu ficar quieta... rs)
Ouvirei só o seu ronco. kkkkkkkkk essa foi a melhorrr
O importante é que você não irá ouvir isso
Pois depois dessa eu estou morta!... rs
Por que todo mundo joga você para o meu lado?
Será que o meu sentimento é tão transparente assim?
Isso só quem convive comigo pode responder...
Não tenho nada garantido, apenas esse momento
Mas posso dizer que:
Tive você por um momento e esse momento se tornou eterno no meu coração!!!
­
­
­
Uma ótima semana a todos!
By Luciana Vasconcellos ;D

terça-feira, 7 de julho de 2009

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Algo inesquecível.


Sinto um aperto...
Desperta um desejo.
É o seu abraço...
Sinto-me segura.
Me leva loucura....
Sem você aqui.

Me deixa te levar nas nuvens, me deixa a ser a sua poesia?
Em trovas e prosas te levo à última linha de satisfação.
É estranho, minhas rimas já não rimam.
Minha vida não está completa. Falta algo...

Creio que falta o olhar...
O abraço, o toque,
O desejo, o imprevisto,
O sorriso, o você.

Minha sede de te amar é tanta
Em que não só lhe desejar importa.
Por isso, estou curando a minha alma
Para que transpareça a sinceridade do meu amor.

Não te quero por um momento...
Mas quem sabe por uma vida, no ato de envelhecer.

Ahhhhhh como foi inesquecível.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Como um quebra-cabeça eu tenho juntar todas as minhas peças e tentar mostrar a "melhor imagem" para as pessoas. Quando penso que me conheço, logo vejo que estava enganada. É engraçado se eu que convivo comigo por mais de 17 anos e não me conheço. Então você imagina se qualquer pessoa que acabou de falar comigo já fala que me conhece. Ah sei lá... É complicado falar sobre isso...
Quero ir atrás dos meus sonhos, realizar todos, chegar longeeeeeee. Quero conhecer pessoas novas e quero que essas pessoas vejam a melhor parte de mim. E quem sabe um dia conhecer alguém que faça o meu "sorriso" florecer.... Vamos ver pois "Tudo é possivel" só basta acreditar!!!

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Eu já não sei como viver, se nem consigo te esquecer

Daria tudo por um beijo, e te abraçar uma vez mais

Eu já não quero deixar escapar, sonho um dia te encontrar

Não quero perdê-la, espero por ela. Inesquecível para o meu coração.

Inesquecível! Inesquecível!

sábado, 30 de maio de 2009

Oo-

Ah hoje eu estou postando algumas das fotos do casamento da Ju e do Will e claro um p.s. especial por que não é?
Nossa já fez duas semanas, a Ju como sempre lindonaa e o Will elegante... Esse foi um dos dias mais emocionantes da minha vida e acredite da vida dos dois também... rs ¬¬'
Semanas antes do casamento eu fiquei um pouco triste por ela sair daqui da cidade, chorei muito a noite, em casa, no trabalho e na escola... Mas quando a data do casamento ia ficando mais próxima eu me coloquei diante de tudo isso mais forte do que nunca. E percebi que não importa os KM o que importa é a felicidade dela e nada mais, claro que sempre vou manter o contato.


[especial] p.s.:

Dia mais que especial, ah Juju vou sentir tanta saudades de você aqui puxando a minha orelha... rs . Ahh Will cuida direitinho dela!!!! Felicidades

Ahhhhhhhhh igreja cheia, todos testemunhando a bela união do casal!

­ Chiquééérrimaaaaaa
Preciso dizer algo??
Amiga, cúmplice, irmãzinha...
Te amooo.
" ... Saudade é amar um passado que ainda não passou,É recusar um presente que nos machuca,É não ver o futuro que nos convida ... ''(Pablo Neruda)

segunda-feira, 18 de maio de 2009


Eu me tremo de desejo.
Eu me encho de alegria.
Você...
é você, que assombra minhas noites de bom grado.
Deus, ô Deus que guia o coro dos Deuses
venha me preencher com a dança da noite.
Essa hora eu não sonho mais nada além de dançar... rs
Sim, dançar no calor dos seus lábios, na respiração que
induziu ao encontro sobrenatural, no toque das nossas
mãos que entrelaçaram numa melodia que não dá pra
explicar.
Que isso esteja propicío aos nossos desejos
eternamente...

Aqui está a novidade do momento.
Momento...
Encontro...

Deus que o encanto inocente de um dia belo se espalha
sobre nossas almas prestes a voar sobres os mares...

Não falarei, não pensarei em mais nada sequer.
Mas me subirá na alma o desejo soberano.
Falta de ver...
A visão se reencontra em toda parte.
Não consigo controlar meus olhos...
Você aparece a todo momento, seu cheiro no travesseiro...

A porta está aberta... Basta um sorriso!

Foto > Nathália Rodrigues.

domingo, 17 de maio de 2009


Ando só nessa imensidão...
Meus pensamentos estão me levando à um caminho de desejos
Sinto-me frágil e ao mesmo tempo forte.
Não sei por onde sigo... Será que estou no caminho certo?
Só quero viver, não importa se ando só...
Todas as pessoas que comigo estiveram, seguiram o seu caminho...
Casaram-se e mudaram pra longe.
Preciso de alguém que me escute e que saiba olhar no fundo dos
meus olhos com clareza.
E que segure a minha mão e diga: Vá em frente!
Está dificil caminhar sozinha...
Tenho que parar de agir por impulso,
E correr atrás dos meus sonhos....
É complicado andar só.

Muito muito complicado.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Muuuuuuuuito feeeeelizz!

Será que agora está caminhando tudo no caminho certo? Meu profissional está ótimo, e minha vida particular e espiritual está melhor ainda...
Vai continuar assim até quando???

Então demorei um tempo pra entrar aqui, mas como dizem "Quem é vivo sempre aparece!" Então vamos láá.

Gente essa semana eu conheci um sentimento que eu pensei que ainda não existia em mim... O amooorr, nunca senti com uma intensidade dessa... Estou sentindo saudades de várias pessoas nesse momento... Mas existe uma delas que está me fazendo sentir com mais força!
Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh.... rs



Um ótimo fds a todos!!!

domingo, 29 de março de 2009

Mudando de assunto...


Gente fazia tempo que eu não me sentia tão bem! Fiquei me perguntando, o porque as pessoas tem medo de mudança? Eu acho que sou uma das únicas pessoas que sente prazer em mudar... Semana passada eu mudei totalmente o meu cabelo, o meu estilo. De loiro e comprido, ficou castanho escuro e mega curto. De roupas básicas, para muita cor e muita flor. Me sinti tão bem assim... Com mais vida, mais paciência, e mais dura.
Vou deixar um texto que tem muito haver comigo.

Olha só essa moça que vem
sem vaidade
sem medo
sem ninguém
com os pés descalços
e sua dor tão mais além
perdeu a identidade
essa moça que vem
e mais perto a pureza
caos no peito de arranharai,
a delicadeza dessa moça!
é que um dia se cansou da covardia
dos que nela haviam se debruçado
e ela, senhores, vinha só
e de suas mãos caiam flores.

Livro Humana Flor - Andréia Horta

sábado, 28 de março de 2009

História de final feliz

Casamento de Gabi e Fábio Ela tem síndrome de Down e uma filha com o noivo

O que se viu na última quinta-feira, na Igreja Matriz de Socorro foi uma cena para cerimonial nenhum colocar defeito.

Maria Gabriela Demate, de 28 anos, como toda noiva, chegou um pouquinho atrasada, cerca de dez minutos, e já era esperada, com ansiedade, pelo noivo Fábio Marchetti de Moraes. A data também não foi escolhida por acaso: fazia um ano que Valentina, a filha do casal, nascera.
Falando assim pode parecer uma história comum, com uma coincidência de datas. E seria, se o casal não tivesse ficado conhecido desde a gestação da garotinha. Maria Gabriela tem síndrome de Down e Fábio, um pequeno atraso mental, por causa de um problema na hora do parto. Em 19 de março do ano passado, Valentina nasceu sem nenhuma deficiência.

lRARO. A gravidez de mulheres com síndrome de Down é fato raro: apesar de elas terem seus órgãos reprodutivos bem formados, a taxa de fertilidade é menor, além de ser grande o risco de um aborto natural. A estimativa é que haja, no mundo todo, pouco mais de 50 filhos de mães com Down.

Quando Valentina nasceu, teve o registro de nascimento negado, sob a alegação de que Fábio não teria o discernimento necessário para declarar, por si só, ser o pai, como prevê a lei. Mas o imbróglio foi resolvido e o registro, feito.

Com direito a viagem de lua-de-mel

Maria Gabriela sonhava com o casamento fazia tempo. Nos últimos anos, era comum encontrá-la na Praça Matriz de Socorro observando as noivas saírem da igreja. Depois do nascimento de Gabriela, ela passou a pressionar Fábio, a família e até o padre para que o casamento fosse realizado. “Ela dizia que eu estava enrolando”, contou o sacerdote Juzemildo Albino da Silva, durante a cerimônia.

Noiva exigente, ela dizia que queria tudo como se fosse uma princesa e fez questão de ter viagem de lua-de-mel. O casal partiu ontem à tarde para um hotel-fazenda em Águas de Lindoia, onde ficará até amanhã. Enquanto isso, dona Laurinda vai cuidar de Valentina. “O casamento foi lindo. Foi o final feliz esperado”, avaliou a mãe da noiva. O romance de Fábio e Maria Gabriela começou na infância, quando os dois já trocavam presentes na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). O namoro sério teve início em 2005. “Foi tudo do jeito que eu sempre sonhei”, contou a noiva.


Algumas fotos......


Fábio e Gabi entrando na igreja(que pena que saiu tremida =/)

Aproveitando e comemorando o aniver de 1 ano da Valentina... Fábio, Valentina, Deise, Manu e Gabii


Fábio pronto pro casamento...

Familia linda... Gabi, Valentina e Fábio

Pessoal, em breve eu colocarei mais fotos deste dia tão especial!!!

Querem saber mais dessa história linda?? Aqui tem um site que conta um pouco mais das história deles.. Ah outra existem mais reportagens.. Procura do google Mamãe é down... Ou alguma coisa que seja relacionado.. Que vai aparecer"

http://www.globoonliners.com.br/icox.php?mdl=mensagem&op=ver&idcom=68&id=7330

segunda-feira, 2 de março de 2009

Curti uma balada com os amigos... Ahh isso não tem preço!
Aprendendo a achar felicidade na solidão e claro na companhia de pessoas tão especiais!!!
Estou numa fase muito boa na minha vida, estou apenas carente de amigos...
Carnaval?? Foi massa! Dei muita risada, fiz novas amizades, dancei muito!

Ficou pra história... Ah uma musikinha pra lembrar do carnaval:
Ai ai meu peru, ai ai meu peru, ai ai meu peru ♪

"...Portanto, plante seu jardim e decore sua alma,em vez de esperar que alguém lhe traga flores....." Willian Shakespeare

Uma ótima semana a todos!

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009



Dez coisas que vocês não sabe sobre mim.

­- Sou viciada em Chá gelado e Chocolate, não consigo ficar um dia sem!!!
- Não consigo dormir sem tomar um copo de leite com achocolatado
- Acordo de madrugada pra assaltar a geladeira.
- Já fui expulsa da sala de aula várias vezes- Já bebi e tive que tomar glicóse (Já faz muito tempo isso héin...)
- Tenho neurose por causa do aparelho de minha boca, não consigo ficar sem escovar os dentes. Ás vezes eu não me alimentei, mas eu vou escovar os dentes (Estranho isso)
- Quando eu quero conversar com alguém mas não tenho ninguém pra falar, eu fico horas escrevendo no meu blog, caderno (sala de aula) ou ligo pra alguém e fico muito tempo acredite...
- Agarro a minha gatinha Lunna toda horaa!!! Quem manda ela ser uma Siamês lindaaa.. rs
- Não vivo sem música, acredite ás vezes fico horas escutando a mesma música... Isso depende do momento.
- Adoro fazer contas, muitas vezes eu pego o meu caderno de matemática e fico refazendo exercícios!­

­Acredite eu não sou doida!
hsaushuahsuahsausuahsu
­
ps: Photofunia: Uma avançadissima tecnologia... Ameiii, essa é uma foto feita por láá...
Beeijão a todos